terça-feira, 25 de novembro de 2014

E para os meninos não vai nada, nada, nada?

Depois do post que fiz Aqui, é claro que não podia esquecer dos meninos e quando falo em menino não está incluído o teu namorado (a não ser que seja menor de idade, ahahahahah nada a ver). Para ele reservei um outro post!
Como fiz no post das meninas, tentei não ultrapassar os 15€ de total, o que procuramos são prendas que não esgotem o nosso orçamento.


Este canivete é uma boa prenda para jovens de 16 a 17 anos, ou mais novos se frequentarem os escuteiros, pois é bastante útil.  Dá para anexar ou usar como porta chaves e levar sempre consigo. Depois faz um aparato, parece ser bem mais caro do que realmente é e ficam com a ideia que és um ser generoso...

Quando se dá uma bicicleta esquecemos de oferecer os elementos de segurança, um capacete é um deles e não pode faltar. Para crianças dos 5 aos 6 anos, quando têm a sua primeira bicicleta e vão aprender a andar, quem é que não se sentiria motivado para essa tão dolorosa tarefa sem um capacete do spider man? 

Como não podia faltar um gorro. Adoro gorros e como o natal é no inverno temos a desculpa ideal para oferecer coisas quentinhas, confortáveis e com o estilo. O gorro preenche todos estes requisitos, não concordas? Para mais os rapazes que devem ter mais frio nas orelhas.

Uma gola. Quem é que disse que as golas e cachecóis são só para as meninas? Os rapazes também merecem um bocadinho de estilo e já agora de se aquecerem... se tens um moço entre os 13 e os 14 anos (claro que pode ser mais, é uma boa opção para qualquer idade) mas como para essa idade é difícil ter ideias que fujam dos jogos de computador optei por essa mesma.

Uma garrafa para os nossos desportivas, tanto mantêm uma bebida quente, quente (e que bem que sabe) e a bebida fresquinha igualmente fresca. Aqui os rapazolas com 15 aos 16 anos são os grandes sortudos, ao nível das minhas escolhas pois são para eles. 

Vamos abandonar os adolescentes e voltar para os pequenos, dos 7 aos 10 anos. Pela teoria de desenvolvimento as crianças aos 7 anos começam a desenvolver o raciocino lógico e a estabelecer ligações, esquemas e relações de causa efeito de um modo ativo e por inicia própria. Jogar este tipo de jogos é um bom estimulante para esta mesma atividade cerebral e 50 são 50 oportunidades para a estimulação cognitiva das crianças.

Também para esta faixa etária um puzzle, que pelos mesmos motivos anteriores e porque permite que a criança de um modo individual experimente o sucesso, reforce a sua auto estima, auto conceito e concentração, ao mesmo tempo que estimula a criatividade.

Mas porque não só as crianças precisam de se entreter longe do computador, os pré adolescentes dos 10 aos 13 anos também têm aqui matéria para passar umas horinhas. O número de peças tem que estar  de acordo com a idade da criança.

Que achas destas sugestões?

Sem comentários:

Enviar um comentário