quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Uma seleção de regras que devem ser quebrados... em modo fast

As regras na moda são boas, não vou dizer que não o são e que não deveriam existir...nada disso! As regras da moda são orientadoras e boas conselheiras na hora de te apresentares, a roupa pode dizer muito sobre ti e como te comportas. Saber que, por exemplo, vestir branco num casamento ou vermelho num funeral é socialmente reprovável ajuda-te a não fazeres figurinhas e ficares mal vista desnecessariamente. 
Contudo, sou defensora que estas deveriam reciclar-se constantemente e adaptar-se às situações. Como estão, na minha opinião, um bocadinho estanques venho actualizá-las e sugerir que quebrem alguns destes (agora) mitos.

1. Não mistures padrões

Ai de ti se antes misturasses padrões, conquistavas um passe directo para o manicómio mais perto de ti. Ficavas estranha, nada bonita e para ser politicamente correcta, a roçar o ridículo. Com a evolução da industria têxtil, o aumento da variedade de escolhas ao teu dispor a nível de padrões, tecidos e estilos, aumentou a tua liberdade para arriscares e misturares alguns padrões, mas.... com bom senso. Se tens dificuldade em o fazer, ou não tens a certeza se o look final resulta, desiste e aposta no seguro. 
Se adoras esta tendência e queres arriscar vai experimentando seguindo estas duas regras: usa estampas diferentes mas da mesma cor, ou então estampas iguais de cores diferentes. Não uses padrões muito grandes simultâneamente, muito provavelmente vai dar a impressão que és mais forte do que realmente és. Por exemplo ficaria bem umas calças listradas com uma mala com estampa de animal mas os tamanhos, as cores e pormenores podem fazer com que falhe.

2.  Loiras não podem usar amarelos ou Ruivas não podem usar vermelhos

Eu pessoalmente nunca percebi muito bem porque é que num belo dia decidiram que as loiras não podiam vestir amarelo e que as ruivas não se podiam vangloriar num lindo vestido de gala vermelho. Porquê? Se as morenas de cabelo preto nunca ficaram interditas de vestir preto... Não percebo, juro que não. 
Só posso sugerir que quando as loiras vestirem amarelo e as ruivas vestirem vermelho se certifiquem de que têm pele suficientemente à mostra para distinguir a cor da roupa e do cabelo, no caso de serem aproximadas. É importante perceber onde começa o vestido e acaba o cabelo. Aposta por exemplo num ombro à mostra num vestido longo para não ficar muito pesado ou então não, vamos ver a Nicole Kidman em Moulin Rouge.


3. Não combines verde/vermelho, azul marinho/preto, azul marinho/castanho, verde/azul.

Queres acrescentar mais alguma cor? Espera lembrei-me de mais duas: amarelo e verde. Olha não te vistas, anda nua ou então faz como antes eu fazia incansavelmente: ganga/camisola, ganga/camisola, ganga/camisola e morre de tédio. Mas espera... a ganga maioritamente é azul... anda nua é mais seguro!
Eu cá adoro ver azul marinho com preto, azul com castanho, azul com verde... admito que verde com vermelho ou com amarelo tem o seu quê de arriscado mas funciona e se tiveres bom gosto consegues fazer um conjunto interessante.
Claro que tem que haver bom senso, não vais usar verde alface com azul turquesa, é muita animação para uma pessoa só... a não ser que gostes...aí já me calei.

4. O Comprimento da saia aumenta com idade

Até que pode já ter feito sentido, mas hoje as mulheres são como o vinho do Porto (100€ a publicidade e meto a marca... brincadeirinha) quanto mais velhas melhores. Se antes uma mulher com 40 anos já estava pronta para engordar e a ficar mais descuidada e considerada velha, hoje temos grandes boazonas com essa idade que se não usassem uma saia curta seria um desperdício (Cláudia Jacques presente?). Claro que deve imperar o bom senso, mas isso é aos 15, 20 ou 60 anos, se não tiveres uma perna capaz de sustentar uma mini saia não a deves usar, e teres 20 anos não é desculpa para o fazeres. Agora se tens 50 anos, tens uma perna tonificada capaz de suportar uma saia pelo joelho porque não usares? Ah já sei, porque se fizermos as contas do teu Cartão de Cidadão dá o NÚMERO 50.

5. Sapatos e bolsa têm de combinar

E já agora o cinto... Não têm nada! Podes usar estes acessórios de moda para misturar padrões, cores, acrescentar brilhos e animar o teu look. Até convenhamos se decides usar uns sapatos com lantejoulas, uma mala igual ficaria um pouquinho pindérico não? 

6. Peep-Toes não podem ser usados com meias

Os peep-toes são sapatos demasiado giros para ficarem todo um inverno fechados numa gaveta, ponto já disse! E tu não tens que morrer de frio para os usares, usa os sapatos com meias e arrasa. Não tenho mais nada a acrescentar.

7. Nunca usar couro no verão

Obrigada pela preocupação com o meu calor e o teu receio que eu derreta dentro dos meus trajes. Mas, porque é que me tiraram a liberdade de escolher usar couro no verão? Eu tenho liberdade de escolha e se me apetecer usar um vestido de couro no verão uso e mais nada. Sim, sou muito rebelde. 
Um vestido de couro é tendência e no inverno pode ser demasiado frio, sobra para quando? Certo, o verão.

8. Não uses ganga com ganga

E vou perder essa tendência? A verdade é que de proibido passou a ser uma tendência e que fica espectacular. Eu cá adoro ver calças de ganga com uma camisa de ganga por dentro das primeiras, não fica giro? Agora cuidado, não uses lavagens da mesma cor, pode não resultar. Mas fica giro uma camisa de ganga clara com uma calças de ganga escura não achas? E também gosto de usar casacos de ganga com calças de ganga, desde de que, como já disse, de tons diferentes.

9. Mulheres baixinhas não podem usar vestidos longos

E quem é que me vai impedir? Hein? Hein? Quantos são, quantos são? Uma mulher baixinha pode sim usar vestidos longos e fica muito bem, um vestido longo tem a capacidade de alongar a figura e não tens necessariamente que usar saltos com ele. Agora valoriza vestidos de uma cor só ou com estampados pequenos para não correres o risco de ser engolida pelo vestido.
Quando usares uma saia e uma blusa, convém que essa tenha um tom semelhante para manteres esse efeito de alongamento.

10. Os brilhantes são só para a noite

Correcção: Os brilhantes exagerados são só para a noite, aí concordo. Mas podes dar um arzinho da tua graça com um ou outro pormenor brilhante durante o dia, podes e deves apostar naquelas camisolas, cardigans ou qualquer malha com aqueles fios metálicos que dão um brilhozinho extra, fica giro. Tu és uma estrela... e tens que brilhar.

11. Mulheres altas não podem usar saltos

Não penses que não sobra para ti só porque és alta e podes tudo... não é assim, que pensas? Agora só porque tiveste a sorte de nascer com genes que te permitiram chegar a 1,80m, tens que abdicar de umas pernas tonificadas, de uma figura mais alongada e de um rabiosque mais empinado que os saltos dão? Deixa-te disso, se te sentes bem de salto e se o teu namorado/marido/companheiro/amigo colorido ou da categoria outros, não se importa de ficar um anão do teu lado só para ver em como ficas um arraso...avança.

12. Quanto mais caro, melhor a qualidade

Não necessariamente, em todas as tuas compras tens que analisar bem o produto, ver os acabamentos, o tecido, os pormenores, fechos, botões, onde é fabricado .... tudo e mais alguma coisa! A marca também se paga e por isso atenção a todos os pormenores.
Podes criar looks giros com roupa mais baratinha. 

13. Calções só para o verão

E ficam fechados na gaveta? Há looks lindíssimos com calções no inverno e uns collants podem dar a ajudinha necessária para não congelares. Usa e abusa, não desperdices peças só porque não foram pensadas para aquela estação do ano.

14. Não usar vestidos curtos num casamento ou numa entrevista de emprego

Vá, na entrevista de emprego até que compreendo que há uma linha que separa o sensato do vulgar como já falei Aqui.
Mas num casamento se te sentes bem, força ai miúda... certifica-te apenas que te consegues baixar sem mostrar o que não queres...

15. Não mistures acessórios dourados e prateados

Eu cá digo para usares e ainda vou mais longe e digo para usares os 2 tons num só acessório. Podes ver Aqui como funciona. Fica giro, não achas?

Que achas destes mitos? 
Quais cumpres religiosamente?

Sem comentários:

Enviar um comentário