quarta-feira, 11 de março de 2015

Sabes o que andas a comer? Leite de Soja

Inaugura-se, hoje, dia 11 de Março, uma nova rubrica referente à alimentação saudável (ou talvez não), cujo principal objectivo é analisarmos e reflectirmos em conjunto sobre um alimento especifico da nossa alimentação.

O alimento escolhido para hoje é.... rufar tambores... Leite de Soja. E porquê? Porque além da controvérsia que a soja gera é muito importante pensarmos nas alternativas à lactose. Antropologos defendem que os seres humanos são os únicos seres vivos que bebem leite na idade adulta e isso torna-se ainda mais contra natura quando o fazemos de uma espécie que não a nossa (vaca), isto é, uma grande percentagem de pessoas adultas são alérgicas à lactose ou proteína animal e não sabem. A alergia à lactose não é propriamente dolorosa e por isso mesmo é difícil de identificar, mas uma difícil digestão, diarreias, por vezes dores de barriga ou enjoos sem motivo aparente e o abdómen inchado podem ser indicadores que deves procurar uma alternativa.
E qual é a primeira alternativa que nos passa pela cabeça? Leite de Soja por ser mais barato e acessível.

Vou servir de exemplo o Leite de Soja Light Pura Vida do Pingo Doce que promete ser uma fonte de cálcio e de vitaminas B2, B12 e D. Reconhecida pela Associação Portuguesa dos Celíacos como isenta de gluten. Promete ainda ter menos 37% de açúcares do que a bebida de soja original do Pingo Doce. 
É composta por água, grãos de soja (8%), xarope de glucose - frutose, carbonato de cálcio, estabilizador (goma gelana), inulina, sal, regulador de acidez (fosfato monopotássico), aromas, vitaminas (B2, B12, D). Alertando para a soja como alergénio.

DR: Doses de referência/VRN: Valor de referência do Nutriente



Benefícios do Leite de Soja

Os especialistas defendem, após vários estudos, que o leite de soja tem um papel activo na prevenção do cancro no aparelho reprodutor devido à presença de substâncias como as isoflavonas (vitamina B2) da soja e de inibidores da protease (enzimas que quebram ligações peptídicas entre os aminoácidos das proteínas). Contribui para a diminuição do risco de doenças do coração, combate a osteoporose ao mesmo tempo que controla os diabetes e o colesterol alto.
É rica em proteínas, fibras e vitaminas do complexo B e em gorduras boas (como ómega 3 e 6).
Ajuda no processo de emagrecimento quando aliada a uma actividade física regular, ajuda a queimar gordurinhas devido à ausência de gorduras saturadas, daí ser recomendada para o pós-exercicio fisico.
Sendo recomendada para intolerantes à lactose e para pessoas que sofrem com o TPM (tensão pré menstrual) e na menopausa, uma vez que ajuda a aliviar os seus sintomas.

Malefícios do Leite de Soja

Contudo, há especialistas que referem que os benefícios em cima são única e exclusivamente estratégias de marketing e apontam um conjunto de particularidades prejudiciais saúde. Nomeadamente a existência de anti nutrientes que diminuem a capacidade do organismo em absorver nutrientes, minerais e aminoácidos, daí não ser recomendado para bebés, crianças, grávidas e idosos sem acompanhamento e aconselhamento médico. Podendo, inclusive, alterar o desenvolvimento de hormonas nas crianças e a absorção de minerais como o cálcio, zinco e ferro devido aos fitatos (O ácido fítico é um forte quelante de minerais essenciais como o cálcio, magnésio, ferro e zinco e portanto pode contribuir para deficiência destes minerais em pessoas) em grávidas.
A existência de Fitoestrogénios altera o funcionamento da tiróide, muitos especialistas vão mais longe e culpam a soja pela alta incidência de cancro na tiróide e no aparelho digestivo nos japoneses (povo que consome bastante soja).
O seu consumo em excesso pode ser inibidor de enzimas, pois dificultam a digestão de proteínas, hemaglutininas que ajudam os globulos vermelhos do sangue a aglutinarem, tornando-se um inibidor à absorção de oxigénio e consequentemente ao crescimento.
É rico em alumínio e o 2º alergénico mais comum, sendo 2/3 intolerantes ao leite de soja por exemplo.

Eu não gosto do leite normal de soja pelo sabor que deixa na boca depois de o consumir, no entanto, o light torna o mesmo mais leve e suportavel.

Lembro que não sou nutricionista e qur tudo o que escrevi foi alvo de pesquisa e baseado em experiências pessoais. 

Algum nutricionista por aí? O que nos diz?

O que achaste desta nova rubrica?

Sem comentários:

Enviar um comentário