quinta-feira, 1 de outubro de 2015

O que ando a ver de novo por aqui

Setembro é dos meus meses preferidos, é quase passagem de ano aqui em Portugal, começa o novo ano lectivo, um novo ciclo de trabalho depois das férias, uma nova rotina, uma nova estação, "novas" roupinhas e look's e ... novas temporadas das minhas séries preferidas. Mas, enquanto começam e não começam decidi explorar novos séries para ver se alguma me convencia... já acompanhava poucas (ou não) decidi acrescentar mais à lista (eu sei, levem-me para a reabilitação, mas por favor certifiquem-se que tenho net porque a anatomia de grey, big bang theory e criminal minds estão mesmo, mesmo, mesmo a começar).

Vamos começar por HOUSE OF CARDS na qual já vou na segunda temporada. Esta é uma série que retrata o mundo da politica, os esquemas, as alianças, as palavras e amizades pouco inocentes... é uma série original da netflix e dura em média 55 minutos cada episódio.


O grande protagonista é Francis Underwood que mantém uma relação, que dentro dos meus padrões de normalidade é questionável, mas que, aparentemente, funciona com Claire Underwood. Esta é a grande aliada na conquista dos seus objetivos e nas metodologias usadas para subir degrau a degrau até chegar onde pretende. 
O que acho mais engraçado nesta série é a forma como é filmada, Francis  vai, literalmente, falando contigo, explicando e tornando-te também a ti cúmplice dos seus planos. Assim, deixas de ser um(a) simples telespectador(a) e tornas-te membro do team Francis, não concordas com o que ele faz? Problema teu. Não concordas com o que ele diz? O problema teu. Não gostas dele? O problema teu, és do seu team e não tens opção.
Confesso que não é daquelas séries que amo de coração, nem estou sempre a contar os minutinhos para a ver e posso até admitir que não compreendo os 9 atribuídos no IMDB... mas há dias que nem me importo de gastar luz e pagar a fatura à EDP para a ver.

Outra série nova que ando a ver FEAR OF WALKING DEAD, para quem não sabe eu gosto de acompanhar Walking Dead e como tal quando soube que ia fazer uma série que iria explicar como apareceu a praga dos mortos vivos decidi dar uma oportunidade. Convenhamos o Walking dead não explora muito bem a coisa, ah e tal o Rick acorda e todo o mundo está habitado por seres feios que não morrem porque estão mortos, mas também não ficam sossegadinhos num caixão como a maioria dos comuns falecidos devido a um vírus e como deixaram o vírus propagar? E porque não mataram todos? Pois é isto que, supostamente, esta série vem explicar.


Posso dizer que não chega nem aos calcanhares do Walking dead, não estou fã das personagens e do modo como estão a contextualizar. Certo que ninguém me obriga a ver, só ainda não desisti porque há séries que hoje sou fã que só lá para o 3º episódio é que me convenceram, o próprio Walking Dead  foi uma dela, "à primeira perdoa-se, à segunda tolera-se e à terceira é de vez", logo verei se continuarei a ver. 
Basicamente foca-se numa família reconstituída já por si com alguns desafios como uma filha super inteligente (pelo menos é o que a sinopse diz), parece-me apenas uma adolescente normal com as parvoíces da idade, um filho drogado, um marido com sérias dificuldades em se relacionar com a outra família e a mulher a ter que segurar isto tudo e outros problemas dos seus alunos. A acrescer isto ainda tem que tentar sobreviver às novas criaturazinhas que insistem em tentar morder tudo e todos.

Já conheces estas séries? 
Gostas?
Qual recomendas?



Sem comentários:

Enviar um comentário