quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Dizem por aí que se usa: Body

Directamente dos anos 80/90 e em herança do culto do corpo perfeito, malhação temos o body. Quem é da década 90 de certezinha se lembra da tartaruga genial a ver (entenda-se babar) televisão com as meninas com o body e perneiras a fazer ginástica... Uma peça destas que consegue prender um velhote de 100 e tal anos ao ecrã não podia ficar reservada para o ballet e ginástica e tinha que sofrer um update para o nossos armários.


Esta peça ficou mais ousada, com um tecido mais estruturado, estampada e tornou-se a escolha ideal para sair à  noite com os amigos e ir a um barzinho. Nesta estação destacam-se os bodies com manga comprida e com um grande decote nas costas. 

Contudo, por ser uma peça tão sensual e justa deve ser conjugada com peças mais larguinhas como calças de fato, saias rodadas, boyfriend jeans... ou podes ser mais ousada e usar com uma calças a imitar pele e ficar com um estilo aproximado de uma bond girl. Mas, sempre com atenção e cuidados redobrados, pois peças tão sensuais têm uma linha bastante ténue entre o bom gosto e o vulgar. Por isso não uses modelos muito justo.

Se estás para aí a pensar que é mais uma peça que só as magrinhas, altas e giras (que merecem um par de estalos para ver se aprendem) podem usar, desengana-te! Se tens uma barriguinha e auto confiança suficiente para usar deves fazê-lo, contudo, procura usar com peça de cintura subida, estampados com fundo escuro, com um tecido mais grosso que não marque as dobrinhas do corpo, um soutien certo que não marque nem aperte e certifica-te que estás a usar tamanho indicado nem muito grande nem demasiado pequeno.

Já tens o teu?

Sem comentários:

Enviar um comentário