quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Foge que é TPM

Eu compreendo que não seja fácil, eu sei o quanto te esforças para agradares, o quanto é difícil para ti e por isso tenho uma coisa importante para te dizer "pára de te fazer de vitima, sim?" por acaso és tu que estás cheio de cólicas? Com dores de costas e de cabeça? A sangrar e com o peito e afins super sensíveis? Não, pois não? Então, faz o favor de te parar de queixar e tornar o convívio de ambos mais fácil, afinal é só uma vez por mês que tens que ter em atenção alguns pormenores! Será pedir muito? Não? Ainda bem que estamos de acordo, eu ajudo-te a lidar com estas oscilações de humor repentinas e vá admito bipolares.

1. Prepara-te

Vai lá buscar papel, caneta, calculadora e começa a fazer contas. Em cada 28 a 28 dias lá está ele, o temível TPM. Assim, pensa naquele dia que ela brigou contigo porque deixaste a tampa da sanita para cima e acrescenta mais 28 dias, é provável que se volte a repetir. Por isso, já que consegues prever que a coisa vai estar feia já podes ir acampar para o jardim e proteger-te do pior.

2. Precisamos de falar

Mas porquê? Porquê que escolhes sempre esta altura do mês para debater assuntos sérios como o aumento da camada do ozono, a extinção do lince ibérico ou os planos para o próximo natal. Vá sejamos francos, tu conheces-la e sabes perfeitamente o que lhe irrita, porquê que reservas conversas que já sabes que à partida vão resultar numa discussão para esta altura?

3. Não culpes o TPM

A culpa não é do TPM, o culpado és tu e sempre tu, aceita que dói menos, sim? Não te armes em compreensivo "é o TPM a falar por ti" isso é suicídio... achas que qualquer mulher inchada, cheia de dores, a escorrer sangue consegue ou pelo menos quer ter um pensamento lógico nestas condições?! Dá-lhe razão, não vais ser menos homem por isso sabes?

4. Explora o movimento de translação

Adopta-o! Nestes dias sê a terra que o seu sol precisa (Ai que bonito e profundo!). Certifica-te se precisa de alguma coisa, ela pode-te expulsar da cama, gritar contigo mas no fundo ela quer mimos e carinho. Se têm filhos não a deixes sobrecarregada, faz tu o jantar, vai levar os putos à catequese qualquer coisa que a deixe sozinha 15 minutos a descansar e a recuperar as energias que não tem.

5. Adia

Não lhe peças para escolher o próximo destino de férias para julho de 2016, sim? Nem para tomar decisões a médio prazo, se pode esperar que espere. Muito possivelmente nem o filme para assistirem ela vai querer escolher quanto mais tomar outra decisão de maior relevância.

6. Por favor cala-te

Se lhe vais dizer que está mais gorda, que tem mais espinhas, por favor cala-te. A não ser que te esteja mesmo, mesmo, mesmo apetecer morrer naquele instante. Ela pode estar a comer o pote todo de nutela sozinha, pode estar até a fazer uma sandes de nutela com sardinhas enlatadas e daí? Se lhe deixa feliz porque estragar a aquele momento? Respira fundo e repete para ti 10 vezes "As novas curvas dela são sexys, as novas curvas dela são sexys" vá continua sozinho até estares devidamente convencido.

7.Mima

Faz surpresas, não, não faças... faz, é melhor fazeres. Ela vai gostar, mas prepara-te se ela gostar vai desfazer-se em lágrimas emocionada por seres o melhor namorado, marido, companheiro, respetivo... do mundo, se não gostar vai chorar porque nunca lhe ouves, não sabes do que gosta e basicamente não prestas e o ex namorado hoje é o maior. Aposta em coisas simples, aquele miminho que sabes que ela adora, aquele batom para se sentir mais sexy, aqueles sapatos que anda a namorar...  (eu cá se tivesse uns sapatos novos uma vez por mês, de certezinha que não havia TPM para ninguém!)

8. Elogia

"Ah para elogiar já posso falar". Lembra-te a barriga inchada e as espinhas na cara já são suficientes para lhe baixar a auto estima, sê o super herói que lhe vai fazer sentir-se bem.

9. Respeita

Algumas simplesmente não querem ouvir falar de sexo, outras ficam insaciáveis, embora as primeiras sejam em número maior cabe-te a ti saber o que tens em casa. 

10. Relaxa

Apesar de estar a brincar, eu sei que precisas de calma e que não é fácil o convívio mensal com o TPM. Sei que só te apetece dizer "se ele entra nesta casa eu juro que saiu". Mas, acalma-te o cenário nem é assim tão negro como estou a pintar, ou será que é? Eu vejo o TPM como um duplicador de sentimentos, se ela está na m****, o TPM vai dar m****, mas se está feliz, bem consigo mesma e já agora contigo, e com o patrão, e com os pais, e com os vizinhos... vá com o mundo, podes até não notar. Por isso, faz-lhe feliz, deixa-a contente durante todo o mês e pode ser (estamos a falar em probabilidades) que não sofras nessa altura. Seja como for nunca sofrerás mais do que ela!


Sem comentários:

Enviar um comentário