quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Livro: As 50 Sombras de Grey Mais Negras

"Perseguida pelos negros segredos que atormentam Christian Grey, Anastasia Steele separa-se dele, e começa uma carreira numa prestigiada editora de Seattle.
Mas por mais que tente, Anastasia não o consegue esquecer - ele continua a dominar-lhe todos os pensamentos. E quando Christian lhe propõe reatarem a relação com um novo e diferente acordo, ela não consegue resistir. Aos poucos, uma a uma, começam a revelar-se as Cinquenta Sombras que torturam o seu autoritário e dominador amante.
Enquanto Grey se debate com os seus demónios, e revela a Anastasia um lado inesperadamente romântico, ela vê-se obrigada a tomar a mais importante decisão da sua vida.
Uma escolha que só ela pode fazer…"




Se comecei a ler, agora levo a colecção até ao fim. Alguém me sabe explicar quando é que uma história sobre o sado masoquismo se transforma assim de repente num policial, com perseguições, armas, pressão psicológica? Este livro já entra mais na esfera do irreal, imaginário, se bem que dadas as probabilidades ao que se sujeitam, ainda conseguem superar as de eu ganhar o euromilhões!
Grey atormentado com o medo de perder novamente Anastácia decide mudar o seu estilo de vida e assumir um relacionamento dentro dos padrões da normalidade, a que ele apelida tão carinhosamente por uma relação baunilha! Continua haver muito sexo, continua a ser muito descritivo, a Anastácia continua a ser irritantemente insegura e o Grey perdeu grande parte do seu charme ao tornar-se demasiado repetitivo e também ele inseguro "não te quero perder, não me deixes bla bla bla", já o tinha deixado só para não o aturar, credo!
Uma ex submissa ressurge e decide perseguir e até ameaçar a integridade física e quiçá a vida de Anastácia por não compreender muito bem o que esta ultima tem a mais do que ela, na verdade são inegavelmente semelhantes e perceberemos porquê com a história. De facto é esta ex submissa e a incompreensão (chamemos-lhes assim) da Mr. Robisson que vai assombrar este relacionamento perfeito. Uma verdadeira lição de cedências!
Este livro basicamente tenta explicar porque é que Grey é como é e porque adotou este estilo de vida, deixou de ser o homem de fato, com poder, interessante e vá desafiante e passou a ser um menino atormentado e cheio de traumas (cinquenta sombras, né?).
"Então e o sado masoquismo?" Esse já não tem tanto destaque, mas quando é integrado na história dá-te um verdadeiro workshop de ferramentas, brinquedos ou lá como queiram chamar.
Se recomendo a ler? Como deves calcular gostei mais do primeiro, este foi mais uma mina para ganhar dinheiro, mas talvez necessário para o terceiro, depois conto.


Já conheces? Concordas comigo?


Sem comentários:

Enviar um comentário