sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Sabes o que andas a comer? Nozes

Cada vez mais as nozes deixam de ser exclusivas do natal e acompanha-nos durante o ano todo (e ainda bem), pois esta são uma mais valia para a nossa saúde. 






Benefícios para a saúde:

As nozes ajudam na formação de globos vermelhos, na cicatrização e fortalecimento dos ossos e dentes, sendo um óptimo anti-inflamatório. Devido ao seu alto teor de antioxidantes previne o envelhecimento precoce, previne em 65% doenças cardíacas, previne cancro e em 49% AVC.

O consumo regular de nozes é super recomendado para quem está a passar pela menopausa, já que combate os seus efeitos por ser rica em cálcio. Mas não são as mulheres que saem beneficiadas com o seu consumo, os homens vêem a qualidade do seu sémen a ser melhorada devido á presença de Ómega 3.

Se repararmos bem o aspecto da noz tem bastantes semelhanças com o nosso cérebro e há quem defenda que é por ele ser o maior beneficiado com o seu consumo frequente, visto que melhora a conexão entre os neurónios, o que melhora a nossa coordenação motora, contribui para a sua saúde, previne o Alzheimer e como tal é indicado para idosos e para quem lá caminha (nós todos claro).

Melhora o nosso humor pelos seus altos níveis de serotonina e esta substancias vai ajudar na transmissão de sinais nervosos e consequentemente reduzir a fome, combatendo, assim, a obesidade. 

Por fim, a Universidade da Coreia defende que as nozes previnem e desaceleram o cancro do cólon porque melhora o funcionamento microbiana intestinal que é nada mais, nada menos que um ecossistema de bactérias que ajuda o corpo a digerir aquilo que comemos.

Malefícios para a saúde: 

Apesar de andar por aí a mais de 7000 a.c ainda não foram encontradas contra-indicações ao seu consumo. A não ser o seu alto teor de calorias que limitam o seu consumo a 2 nozes por dia para quem não quer engordar ou está a fazer dieta.





Sem comentários:

Enviar um comentário