terça-feira, 24 de novembro de 2015

Sabes o que andas a comer? Romã

A romã é um fruto típico desta época e se tiveres quem descasque por ti torna-se deliciosa, caso contrário exige um esforço para tirar semente a semente, ficar com as unhas pretas, mãos manchada se não tiverem hidratadas para depois comeres em 5 minutos. Mas como vamos ver vale todo o esforço.

Benefícios para a saúde:

A romã é um fruto repleto de vitaminas do complexo B o que a torna uma aliada na circulação do sangue, vitamina A que vai melhorar a pele e a visão, vitamina C que vai proteger o nosso sistema imunológico e ácido fólico que melhora a saúde cardiovascular. Esta ultima é igualmente salvaguardada pela diminuição do colesterol ruim que consequentemente previne ataques cardíacos e derrames.

O consumo regular de romã ajuda no caso de algumas patologias, nomeadamente, diabetes, obesidade e hipertensão. Como é um antioxidante natural e por ter cerca de 80 fito-químicos previne o envelhecimento celular, mantém a pele firme e saudável, é anti-cancerígena, combate anemia, alzheimer e disfunção erétil.

O facto de proteger o sistema imunológico faz com que previna gripes, viroses e diminuia a inflamação celular relacionada com patologias como fibromiologia.

Protege a regeneração do fígado, os rins e o organismo de substâncias tóxicas. 

As romãs possui uma acção estrogénica que combate as cólicas do TPM e efeitos da menopausa.

Quando consumida em chá, a casca da romã e as suas folhas são óptimas para diarreia e problemas digestivos. 


Malefícios para a saúde

O seu consumo exagerado vai dificultar a observação de alguns nutrientes e provocar desconforto gástrico. Ao mesmo tempo que aumenta a probabilidade de intoxicação, já que pode servir de veneno espasmódico, criando alterações visuais, vertigens e vómitos. Duas romãs por dia já é uma quantidade exuberante.

Sem comentários:

Enviar um comentário