terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Livro: 50 sombras de Grey, Mais Livre

"Quando a jovem e inocente Anastasia Steele encontrou pela primeira vez o impetuoso e fascinante milionário Christian Grey, começou entre eles um affair sensual que lhes mudou a vida para sempre. Assustada e intrigada pelas singulares inclinações eróticas de Grey, Anastasia exige um compromisso total na relação. Com medo de a perder, ele aceita.

Agora Anastasia e Grey têm finalmente tudo o que desejavam - o amor, a paixão, a intimidade, uma riqueza incalculável - e todo um mundo de possibilidades à sua espera. Mas ela sabe que amá-lo não será fácil, e que estarem juntos vai implicar ultrapassar barreiras que nenhum deles poderia prever. Anastasia vai ter de aprender a partilhar o estilo de vida de Grey sem sacrificar a sua identidade. E ele terá de aprender a superar o seu obsessivo impulso de tudo controlar, enquanto se debate com os demónios do seu terrível passado.

E quando tudo parece estar conjugado para que ambos consigam finalmente ultrapassar os maiores obstáculos, o destino conspira para tornar dolorosamente reais os maiores medos de Anastasia" 


Terminei a trilogia das 50 sombras de Grey, pelo menos os livros disponíveis na Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo, ficando apenas a faltar o último. Se alguma livraria quiser doar... sinta-se à vontade!
O que posso dizer sobre este livro? Acho que cresceu substancialmente comparativamente com os outros dois, mais páginas, mais peso, mais enchimento de chouriços (e não estou a falar nesse sentido), mais sexo, mais perseguições e mais do mesmo. Confesso que custou bastante ler este livro, enrolei, enrolei, enrolei mas tinha que ser e o que tem que ser, tem muita força. 
Era suposto nesta altura do campeonato a Anastasia estar uma mulher madura, mais confiante, uma chefe de familia, mas continua igual a ela mesma, não sinto grande evolução das personagens. O Grey idem e aspas.
Aqui não se foca tanto no sadomasoquismo mas... como vou dizer isto sem fazer spoiler? Vida normal de um casal, digamos assim, e a as suas reações a acontecimentos inesperados. 
Este livro é nitidamente escrito por uma mulher e a ideologia do relacionamento perfeito, do homem perfeito e do pouco esforço por parte das mulheres.


Sem comentários:

Enviar um comentário