segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Sabes o que andas a comer? Pistache

Este Natal, devido à dieta LOWFODMAP, vai ser mais difícil, por não poder comer as rabanadas? Não. O bolo rei? Não. Os sonhos, bilharacos, chocolates? Também não! Os Pistaches esses sim, esses é que me vão fazer falta, estar ali a descascar, a conversar, à mesa com a família.

Falta essa que me chateia um bocadinho mais depois de ver os seus benefícios  para a saúde. Vamos lá ver?






Benefícios para a saúde:

O teu coração beneficia com o seu consumo, já que à semelhança de outros frutos secos ele reduz o colesterol LDL e favorece o aumento do colesterol HDL (colesterol bom) que é tanto melhor graças à acção dos seus antioxidantes. Estes antioxidantes e a acção de carotenos e das suas vitaminas, protegem o nosso organismo dos radicais livres. O facto de serem ricos em goma-tocofarol inibe a penetração de radiações nocivas na pele, sendo por isso eficaz na prevenção do cancro na pele, próstata e pulmão.

Protege o teu sistema nervoso graças à vitamina B6 que ajuda na formação de ácidos aminados, que por sua vez desenvolve aminaste que actuam nos neurotransmissores. Este processo reduz a tensão no sistema nervoso.

Apesar de ser calórico, ajuda a manter o peso, pois as suas gorduras são boas e ajudam a queimar outras gorduras.

Os olhos também saem beneficiados devido aos carotenóides, luteina, zeaxantina que vão tornar os seus músculos e tecidos mais fortes.

É igualmente benéfico para quem sofre de diabetes, visto que vai ajudar a reduzir a absorção da glicose no sangue. Como é rico em ferro aumenta a hemoglobina e glóbulos vermelhos, ajudando, deste modo, com tonturas, insónias e náuseas.

O pistache é conhecido pelas suas propriedades afrodisíacas que é conseguida pela sua acção no sangue que ajuda a impulsionar a função eréctil. Como é uma fonte de energia acaba por complementar esta acção.

Aumenta, ainda, a imunidade e combate doenças, infecções e doenças microbianas.

Malefícios para a saúde:

Não encontrei informações na internet, mas sei por experiência própria que pode ser de difícil digestão apesar de ser rico em fibras.


Sem comentários:

Enviar um comentário