segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Uma chefe para tantas receitas #15

Preparada/o para uma semana chuvosa, com frio à mistura? Já fostes às compras para o cardápio semanal? Não? Óptimo ainda vais a tempo de pensar nas seguintes receitas.

Segunda

Quem acompanha o blog a algum tempo sabe que eu não atinava a fazer sopa nem por nada. Já tinha inclusive tentado fazer um creme de cenoura mas ficou tão doce, mas tão doce que metia inveja a qualquer sobremesa. Prometi que em 2016 iria aprender a fazer sopa, testei e consegui à primeira. UHUHH 
Por isso nada melhor do que começar a semana com uma sopinha, quentinha, confortante e que aconchega a alma. Para fazer escolhi a coisa mais simples do mundo, que não desse muito por onde errar, meti 3 batatas e 2 cenouras a cozer com uma quantidade de água suficiente que ultrapasse os alimentos sólidos e sal a gosto. Depois passei pela varinha mágica, meti um pouco de azeite e oregãos (que tinha sobrado doutra refeição) e mexi muito bem. Ficou mesmo, mesmo boa.

Terça


Quando te esqueces de tirar alguma coisa para descongelar, tens que te desenrrascar. Para tal nada melhor do que as latas de atum, começa por cozer uma caneca de vaporizado com duas em água e sal, depois num tacho refoga um tomate, quando este tiver uma consistência mais grossa mistura uma lata de atum natural, tempera com sal, oregãos e envolve muito bem.
Quando o arroz já estiver quase sexo, naqueles minutos finais, mistura cenoura ralada e envolve muito bem. Deixa cozinhar até estar totalmente seco, nesta fase já podes envolver a mistura de atum muito bem.

Quarta


Arroz thay jasmin acompanha muito bem com bife de frango grelhado. Para fazer o arroz é a técnica do costume, o dobro de água para a quantidade de arroz, para temperar o frango oregãos, sal, pimenta e gengibre e grelhei sem adicionar nenhuma gordura.

Quinta


Anda-me a apetecer peixe daí tantas receitas. Eu acho que peixe rima bem com arroz de tomate. Assim se motivam algumas experiências e este arroz foi uma delas, comecei por refogar tomate em azeite, a este junta-se um copo de arroz basmati, dois de água e sal a gosto.
Numa folha de papel de alumínio pincela  um pouco de azeite, tempera o peixe com sal e oregãos apenas, tapa com alguma folga e leva ao forno por 40 minutos. 

Sexta


Já estavas farta/o de ver peixe por isso uma costeleta no forno temperada com sal,  oregãos e gengibre assada na sua própria gordura bem mesmo a calhar. Depois acompanha com batatas salteadas, para serem mais saudáveis coze-as em água e sal, depois numa frigideira à parte dá uma passadela em azeite com oregãos, ficam deliciosas.

Sem comentários:

Enviar um comentário