segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Uma chefe para tantas receitas #19

Bom dia mundo,

Preparada/o para mais uma semana? Espero que não seja uma semana tão cansativa como a anterior, quase que precisava de outro fim de semana para recuperar, mas pronto quem corre por gosto não cansa e estou feliz por iniciar uma nova semana.

Segunda


Para iniciar esta semana uma boa dose de legumes e uma boa quiche sem gluten e sem lactose. Comecei por fazer a massa, para isso juntei 1 copo de farinha de arroz, com meio copo de amido de milho, com 1 ovo, com um fio de azeite, com 5 colheres de água e sal e oregãos a gosto fui misturando tudo com as mãos até formar uma boa bem colada. Levei ao frigorífico por 20 minutos, mas basta 15.
Num tacho meti a cozer dois peitos de frango e cenoura aos pedaços. Noutro tacho comecei por colocar um fio de azeite para saltear espinafres, courgete, abóbora e beringela aos cubos e temperei com sal, pimenta e fui acrescentando aos pouco água do próprio frango. 
Nesta fase já podes forrar uma tarteira com a massa (uma camada não muito grossa) e fazer pequenos furinhos com um garfo para levar ao forno a 180º por 10 minutos (não precisas de untar a forma com gordura).
Quando o frango e a cenoura estavam cozidos acrescentei à mistura cenoura aos cubos e o frango desfiado e salteie mais um bocadinho até tudo estar bem envolvido. Tendo o recheio preparado já pude bater 4 ovos e misturar aos legumes sobre a massa já pré cozinhada. Levei ao forno, agora tudo, por 15 minutos a 190º. 

Pode parecer difícil e trabalhoso para um dia de semana, mas não é! E pensa tens aqui pelo menos 4 refeições que podem ser servidas a quente ou frio...

Terça


Como a receita anterior foi pouco calórica (ironia) para hoje reservei massinha (sem gluten) porque há vontades e nós temos que as satisfazer... Pode parecer complexa mas é super fácil. 
Só precisas de grelhar o frango sem gordura e temperado com sal e limão, nada mais simples. Num tacho coze a massa com sal e azeite para tentar que não se agarre. Noutro tacho dá uma fervidela aos espinafres, quando murchos e cozidos passa-os na varinha mágica misturados com nozes e envolve esta mistura na massa já cozida e escorrida. Serve com pedacinhos de tomate.

Quarta


Como já estava a 2 dias sem comer arroz tive que resolver o assunto como acompanhamento de carne de vaca assada no forno. Temperei a carne apenas com sal e levei ao forno por 15 minutos a 200º, passado este tempo pincelei com um pouquinho de um molhinho subtil feito com tomilho, oregãos, pimenta e azeite e voltei a meter no forno mais 20 minutos. O tempo suficiente para cozer o arroz vaporizado apenas em água e sal.
Acompanhei tudo com rúcula selvagem e tomate temperado com azeite e sal (sim, porque agora como legumes).

Quinta


Voltando a uma receita mais levezinha para compensar o inicio de semana... (não é que não seja saudável, mas não é tanto como esta).
Acompanhei uma tira de entremeada grelhada sem gordura e temperada com sal, com um puré de abóbora. Para o fazer cozi a abóbora em muitíssima pouca água e sal para que depois de bem cozido pudesse amassar com um garfo. 
Acompanhei tudo com uma salada igual à de ontem.

Sexta


Para terminar a semana fiz um peixinho que já fazia falta. Comecei por meter espinafres no fundo de uma assadeira, polvilhando-os com umas gotinhas de água e azeite e temperados com sal. Coloquei sobre eles um filete de peixe gato temperado com sal, limão e pimenta e levei ao forno por 20 minutos a 190º. Enquanto isso cozi arroz thai jasmin em água e sal.
Para um tacho piquei tomate, refoguei-o em azeite, temperando-o com sal, orgãos e pimenta. Quando estava na consistência a meu gosto passei-o pela varinha mágica e coloquei em cima do filete. Depois levei ao forno por mais 10 minutos.

Qual vais fazer?

Sem comentários:

Enviar um comentário