sexta-feira, 8 de abril de 2016

Salta uma rubrica como pipocas #29

A primavera chegou mas tão timidamente que os fins de semana no mimo a ver filmes ainda sabem bem e por isso acho que vale a pena dar uma vista de olhos nestas dicas.

Creed - O legado de Rocky

Duração: 133 min
Género: Drama e Desporto
Cotação: 7,8/10
Realização: Ryan Coogler
Escrito por: Ryan Coogler e Aaron Covington
Data de Estreia: 31 de Dezembro de 2015
Cotação Pessoal: 7,8/10

Adonis Johnson foi uma criança problemática que teve a sorte de ser adotado pela esposa do seu pai, Creed, falecido num combate de boxe. Sempre com um gosto especial para boxe, em adulto, pede ajuda a Rocky Balboa, o invencível rival e amigo de seu pai, para abraçar esta paixão.

Eu nunca fui grande fã de Rocky e respectivos filmes de boxe, mas por algum motivo este atraiu-me e não me desiludiu. O boxe em si partilha protagonismo com a vida real, a luta pelos nossos sonhos, a fatalidade do destino e momentos de paixão. Desta vez, nem Adonis nem Rocky são idolatrados enquanto heróis invencíveis e eu gostei disso, são sim pessoas esforçadas, dedicadas, empenhadas com as suas limitações e pontos fracos...

Não é um filme totalmente imprevisível, mas tem o dom de te surpreender quando menos esperas e isso torna-o um bom filme (no meu ponto de vista). A representação é sem dúvida de qualidade, o argumento é bom e bastante credível e a interligação entre enredo principal e o secundário bastante bem conseguida, com alguns momentos do agrado dos fãs de Rocky. Contudo, se tal como eu não vistes os filmes do Rocky podes ter alguma dificuldade de contextualização, mas nada que não se resolva com um ou outro esclarecimento adicional.



The Hateful Eight


Duração: 187 min
Género: Drama, Crime e Mistério
Cotação: 7,9/10
Realização: Quentin Tarantino
Escrito por: Quentin Tarantino,
Data de Estreia: 04 de Fevereiro de 2016
Cotação Pessoal: 6,8/10

Como resumir mais de 3 horas de filme sem fazer um testamento? Simples, 8 viajantes devido a uma tempestade de neve encontram-se e partilham um estaleiro e descobrem os segredos mais obscuros de cada um deles. 

O trailer deste filme promete muito, tanto que promete mais do que realmente oferece e foi ele o culpado para dedicar 3 horas da minha vida a ver este filme. Apesar de achar 3 horas muito tempo, difícil digerir, ele tem coisas boas, tem uma boa fotografia, uma banda sonora prometedora, um final imprevisível e uma representação razoável, até do guarda roupa gostei... mas... 3 horas é muito tempo e tens que enrolar, enrolar e enrolar que um bom resumo só melhoraria. Tanto que chega a um momento que ele tem que fazer uma nota de autor para explicar tudo o que se passou e dividir o filme por capítulos.


Zootrópolis



Duração: 148 min
Género: Animação, Acção e Aventura
Cotação: 8,4/10
Realização:Byron Howard
Escrito por: Byron Howard e Jared Bush
Data de Estreia: 25 de Fevereiro de 2016
Cotação Pessoal: 8,5/10

Judy Hoops é uma coelhinha que tinha o sonho de ser policia, mesmo quando ninguém acreditava nela. Contudo, a concretização deste passa pela mudança para Zootrópolis, a grande cidade dos animais, onde tudo acontece. 

Apesar de revelar o seu grande potencial, ela é subvalorizada e não tem oportunidades para contribuir com o seu valor. Quando se apercebeu que ser a melhor não chegava, aliou-se a Nick Wilde para desvendar um grande mistério.

Este filme procura desmitificar os estereótipos que muitas vezes colocam limites aos nossos sonhos, às nossas capacidades  e não nos permite ser quem somos, mesmo quando temos capacidades, permite sensibilizar para a importância de nunca desistirmos e lutarmos pelo que realmente queremos. É essencialmente um filme motivacional, que de uma maneira inexplicável mexeu comigo e por isso gostei tanto.

Qual conheces?

Sem comentários:

Enviar um comentário