segunda-feira, 9 de maio de 2016

Uma chefe para tantas receitas #28

Estamos a começar uma nova semana não é verdade? Quantas coisas boas ela terá reservada para nós? Esta é a magia da segunda feira, é sempre o começar de um ciclo e uma certa dose de previsibilidade que nos dá segurança, eu adoro as segundas feiras, e ter a sorte de acordar no inicio de uma semana para fazer o que gosto e me faz feliz é um privilégio.

Outro privilégio é podermos comer o que nos faz bem e nos dá saúde, com escolhas conscientes e pensadas..."fazer a alimentação o nosso remédio" para termos saúde para desfrutar da companhia de quem mais amamos. É a pensar nisto que aqui no blog tento dar dicas do que realmente nos faz bem e de receitinhas para variarmos, já que com a rotina, com o dia cheio de trabalho e afazeres a nossa criatividade é posta à prova e nem sempre nos ajuda a sair do mesmo.

Segunda



A ideia desta receita era fazer uns scones de legumes, mas durante a sua confeção superevoluiu para scones de legumes e atum e posso dizer que se comem muito bem. Para fazer comecei por misturar courgette ralada, cenoura ralada, atum ao natural, sal e farinha de linhaça até tudo ficar mais sequinho. A esta mistura juntei um fiozinho muito pequenino de azeite e 1 ovo para ligar todos os ingredientes para que puder fazer as bolas. Nesta fase podes escolher fazer com duas colheres como se se tratassem de bolinhos de bacalhau ou fazer como eu e meter as mãos na massa, acho mais relaxante.
Depois é só levar ao forno sob uma folha de papel vegetal por 20 minutos a 200º.
Acompanhei com arroz basmati cozido apenas em água e sal e salada de rúcula e tomate cherry e fui feliz.


Terça


 
Nada mais simples para terça feira, só precisas de grelhar tiras de entremeada temperadas em sal (podes optar por retirar a gordura à volta como eu) sem qualquer adição de gordura. Depois é só acompanhar com esta maravilhosa salada feita com alface, rúcula, espinafres, queijo fresco sem lactose, sementes de abóbora, nozes e laranja temperada com sumo de limão umas gotinhas de azeite... pensei que não ia gostar mas nhami, nhami.

Quarta


Para quarta um arrozinho de tamboril. Desta vez quis inventar um bocadinho e adicionar à receita que costumo fazer espinafres e cenoura para me obrigar a comer legumes e não é que resultou?
Para começar fiz um refogado com tomate pelado e azeite até engrossar, quando estava na consistência que gosto adicionei os pedacinhos de tamboril e fui envolvendo, envolvendo e envolvendo. Ao peixe juntei quadradinhos pequenos de cenoura e os espinafres e envolvi, envolvi e envolvi temperando tudo com sal, pimenta, gengibre e orégãos.
Para terminar juntei arroz agulha do Urugai que comprei no pingo doce em promoção para experimentar e refoguei um bocadinho antes de acrescentar o dobro da quantidade de água para cozer tudo... e voilá.
Aproveito para dizer o que achei deste arroz, acho que não preciso estender-me muito, o nosso é melhor e este não é nada de especial apenas muito branquinho.

Quinta



Quase, quase, quase a terminar a semana optei por fazer um bacalhauzinho no forno com batatas que me andava a apetecer. Para os acompanhar escolhi grelhar abóbora e courgette.
Para fazer o bacalhau e as batatas, dispus tudo numa assadeira e temperei com orégãos, pimenta, azeite, sal e gengibre e meti no forno por 30 minutos a 200º.
Para grelhar os legumes, primeiro deixei a beringela já cortada em tiras em sal por 15 minutos (mas devia ter deixado mais tempo), cortei as courgettes em tiras temperei com sal, pincelei com azeite e grelhei, depois repeti o processo com a beringela depois de a ter limpo com recurso ao papel de cozinha.

Sexta


Esta receita foi para provar uma massa de quinoa sem glúten que estava em promoção no pingo doce, posso já dizer que gostei muito em comparação com a de milho. Cozi em água e sal a massa à parte.
Numa frigideira à parte refoguei tomate pelado em azeite, acrescentei os espinafres (supostamente não o ia fazer, mas pronto devo achar que sou o Poppey) , cubos de beringela (que esteve em sal para tirar aquele ácido por 30 minutos e secas com papel de cozinha), cubos de queijo fresco e posteriormente a massa e sementes de girassol e de abóbora.
Um prato vegetariano para aqueles dias que te esqueceste de descongelar carne ou peixe e que não queres descuidar a tua alimentação.

Qual vais provar?

Sem comentários:

Enviar um comentário