segunda-feira, 23 de maio de 2016

Uma chefe para tantas receitas #30

Então como nos sentimos nesta segunda feira que marca o inicio de uma bela semana? Txé, tanta concorrência ao Garfield, porquê? Até é mais pequenina e tudo com um feriadinho e tal... não percebo.

Confesso que com esse mau humor todo, ainda ponderei se merecias que te presenteasse com estas belíssimas e deliciosas receitas... mas vá eu tenho um coração mole e vou facilitar...

Segunda


Esta receita ficou tão boa, mas tão boa... Eu sei que não promete muito, mas experimenta e depois canta-me um glória.
Começa por refogar alecrim e uma folha de louro em azeite. Depois de 1 minutinho ou nem tanto, só para o azeite absorver o sabor das ervas aromáticas, acrescenta os pedaços de frango envolvendo muito bem. Tempera com sal, pimenta e gengibre e envolve, deixando estufar.
Quando ganhar uma corzinha agradável junta as batatas aos pedaços e refoga.
Mete água a ferver e mergulha nela um tomate, quando conseguires pela-lo sem dificuldade, envolve o frango e as batatas a estufar nos seus pedaços.
Acrescenta um pouco de água, fecha o tacho e deixa ferver.
Leva o tacho ao forno a 200º por 45 minutos, assim fechadinho.

Terça


Parece uma dourada normalíssima sem segredo nenhum? Desengana-te!
Em primeiro lugar faz uns cortes perpendiculares ao longo no peixe, borrifa-o com sumo de limão, tempera-o com sal e chá verde (sim, abres um saquinho de chá verde tiras as ervas do seu interior e com elas tempera o peixe), leva ao forno por 45 minutos a 200º.
Acompanha com batata cozida em água e sal e com uma saladinha de alface e tomate cherry, temperada com azeite e sal.

Quarta


Como o dia anterior foi bem levezinho neste dia podes abusar de uma bela lasanha, mas claro, sem culpa.
Começa por fazer várias panquecas com esta receita aqui e reserva.
Num tacho refoga tomate pelado em azeite, junta carne picada de porco ou vaca ou dos dois e envolve, envolve e envolve. Tempera com sal, pimenta, gengibre, orégãos e alecrim e deixa cozinhar muito bem, acrescenta água se precisar.
Faz as camadas da lasanha com a carne e as panquecas (não devem ser muito finas porque desfazem-se com o molho da carne, nem muito grossa).
Num tacho refoga novamente tomate pelado em azeite, tempera com orégãos e passa pela varinha mágica, coloca sobre a lasanha. Podes abusar mais um bocadinho, não seja tão somítica/o como eu.
Serve com salada de alface, espinafres, tomate cherry vermelho e amarelo, sementes de abóbora e sê feliz.

Quinta


Esta receita foi tão boa que decidi experimentar com frango desfiado e resultou. A receita é esta aqui, a diferença é que o frango é previamente cozido em água e sal e desfiado para substituir o atum.
Acompanhei com arroz thai jasmin.

Sexta


O tempo aquece e aproximação com o fim de semana pede mesmo a ressurreição das saladas semi frias para pouparmos no tempo.
Começa por lavar muito bem as batatas e cortar pedaços (mesmo com casca) para cozeres em água e sal, a elas junta cenoura descascada e cortada aos pedacinhos e ovos. Noutro recipiente coloca a cozer as postas de pescada, igualmente em água e sal.
Quando a primeira estiver pronta desliga, escorre a água e reserva.
Quando a pescada estiver cozida lava-a várias vezes em água fria para arrefecer. Podes reaproveitar o tacho para refogar tomate em azeite até formar um molho bem consistente, desfaz a pescada em pedazinhos e junta a este. Tempera com alecrim, oregãos, tomilho e gengibre.
Agora é só misturar ambos os conteúdos num recipiente, (não te esqueças descascar o ovo e cortá-lo aos pedaços) e acrescentar umas folhinhas de rúcula.

Sem comentários:

Enviar um comentário